Kafka e o Direito

capa

‘Kafka e o Direito’ representa a “inesgotabilidade” da obra desse “gênio do improvável” chamado Kafka. Hoje, nos deparamos com vasta literatura crítica da obra desse escritor, que um dia, ousou em querer destruir todas suas produções por achar, talvez, que não teria relevância nenhuma na posteridade. Mas, para nossa sorte, ela teve. E muita. Hoje existem milhares de livros que interpretam os intérpretes de Kafka, devido a fertilidade da variedade de suposições teóricas possíveis de seu pensamento. Sua obra alimenta milhões de teses, dissertações e livros através de citações. A nação K., que outrora era uma tímida bola de neve, se transformou numa incontornável avalanche. Seu denso pensamento enigmático, figura como um tsunami de explanações abordadas pelos mais variados ângulos disciplinares. Kafka agora é universal, pai de todos e investido de tal condição não pode se restringir a “donos”. Os elementos de seu pensamento são como um artefato que precisa ser descoberto nos inexplorados sítios arqueológicos da mente de Kafka. Para desvendarmos mais sobre esse “sarcófago egípcio-kafkiano” engastados em pirâmides, devemos exaustivamente, visitá-lo e revisitá-lo, comparando as produções de fortunas críticas já produzidas, que atualmente se encontra em franca expansão planeta afora. Assim, como justificava o velho Machado de Assis, a sua atitude em não querer ter filhos, para não deixar “o legado de sua miséria”; talvez assim, tenha pensado Kafka.Mas há como contestar essa suposição, pois além de nenhum dos dois ter legado miséria a ninguém, ambos são progenitores de uma prole de filhos que não para de crescer, vertiginosamente, em todo mundo. Este livro é só mais um deles.

Páginas: 180

Organizador: Saulo Barreto
Acabamento: brochura
Tamanho: 14 x 21




Compre já! Preço exclusivo de pré-venda!
De R$ 39,90 por apenas R$ 32,90
Frete grátis para todo o Brasil.
Em até 12x no cartão



blog twitter Facebook